Selo EJ

Marco histórico: 100% das empresas juniores mineiras garantem o Selo EJ

A Maré Vermelha está sempre caminhando rumo ao sucesso! O esforço dos empresários juniores de todos os cantos do estado é evidente e gera resultados incríveis! Dessa vez, a FEJEMG comemora um marco histórico: todas as empresas juniores mineiras foram certificadas no Programa do Selo EJ! As equipes de administrativo-financeiro realizaram um trabalho excelente, e conseguiram atualizar e organizar toda a documentação necessária para o funcionamento das suas empresas.

A auditoria dos documentos foi efetuada em duas coletas. No total, 70 EJs participaram do processo. Logo na primeira inspeção, 28 empresas juniores já havia encaminhado 100% da documentação exigida. Cerca de 20 delas foram aprovadas na primeira auditoria,  garantindo o Selo EJ. A FEJEMG foi a federação com o maior número de EJs aprovadas na primeira coleta.

Os resultados são frutos do trabalho da Diretoria Administrativo-Financeira da FEJEMG, do alinhamento da rede e da maior conscientização das EJs. Segundo o assessor de regulamentação da FEJEMG, Jordy Pereira, o Programa veio com novidades e permitiu com que a Rede trabalhasse em conjunto. “Nós trabalhamos muito próximos das nossas EJs, no sentido de auxiliá-las na resolução de problemas. Esse ano também trabalhamos mais junto aos núcleos. Tivemos mais articuladores e pessoas envolvidas nas auditorias. Isso foi muito bom, promoveu uma comunicação muito maior, e assim, conseguimos traçar melhores planos de ação”, afirma.  

Programa Selo EJ

Desenvolvido pela Confederação Brasileira de Empresas Juniores, a Brasil Júnior, em parceria com as federações e núcleos de todo país, o Programa Selo EJ objetiva regulamentar as empresas juniores, garantindo com que elas tenham o mínimo de segurança jurídica, cumpram os padrões contábeis e infraestruturais de funcionamento. Além disso, preza para que elas desenvolvam melhor gestão interna, gerem credibilidade perante os stakeholders e sigam os parâmetros da Lei nº 13.267/2016 (Lei das Empresas Juniores).  

O Selo EJ é uma das certificações mais importantes que uma empresa júnior deve assegurar. Todos os anos, os empresários do setor de administrativo-financeiro se articulam para renovar os 14 documentos solicitados. São eles:

  • Estatuto Registrado;
  • Ata de eleição e posse da gestão em exercício;
  • Ficha cadastral de pessoa jurídica (FCPJ);
  • Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ);
  • CND Federal;
  • CND Municipal;
  • Rais Negativa;
  • Comprovante de conta bancária ativa;
  • Livro diário;
  • Contrato de serviço;
  • Nota Fiscal;
  • Declaração de Infraestrutura;
  • Declaração e termo de voluntariado;
  • IES e orientação de professores;

Ao possuir todos esses documentos em ordem, a EJ se torna, efetivamente, regulamentada. “O Selo EJ traz muito mais profissionalismo ao Movimento Empresa Júnior (MEJ), evitando problemas futuros que podem acontecer com o seu crescimento e maior exposição na sociedade”, explica o Diretor de Administrativo-Financeiro da FEJEMG, Pedro Augusto Fernandes.

Rede conectada

Um dos objetivos do Movimento Empresa Júnior (MEJ) é trabalhar de modo cada vez mais conjunto, atendendo ao colaborativismo. Tal anseio se liga a um dos planos de ação do Planejamento Estratégico da Rede, produzido pela Brasil Júnior, que é o Sistema MEJ. O projeto visa contribuir para que Confederação, federações, núcleos e EJs se unam e desenvolvam produtos e atividades juntos. O Selo EJ é um exemplo. Neste ano, todas as instâncias se conectaram, assumindo cada qual parte da auditoria dos documentos, simplificando os trâmites.

O Programa também apresentou uma nova ferramenta para otimizar a verificação das documentações: um portal, criado pela  Brasil Júnior, no qual as próprias empresas juniores puderam inserir os arquivos solicitados. Nele, os articulares e auditores tiveram acesso instantâneo e executaram as inspeções no próprio espaço on-line.

Esse é apenas o ínicio de uma jornada de sucesso. Nos próximos anos, temos a certeza de que todas as empresas juniores de Minas Gerais continuarão engajadas, e que teremos, cada vez mais, um movimento comprometido, conectado, capaz, e regulamentado.

Leonardo Duque

Assessor de Conteúdo

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *