Flywheel-Marketing

Crescimento orgânico a longo prazo: conheça o Flywheel Marketing

Empresário júnior, se você trabalha com a comunicação da sua EJ, talvez não esteja muito por dentro de certas leis da física (calma que estamos juntos nessa!) e fugiu dessa matéria na escola, não é mesmo? Mas aposto que a teoria que você vai aprender em detalhes neste post vai te ajudar (e muito) a entender melhor os resultados que o seu time de marketing tem hoje!

Você pode até não conhecer essa prática, mas já vivenciou algo parecido. As flywheels são como rodas que ajudam na geração de eletricidade para carros, por exemplo. O esforço para começar a fazer as flywheels girarem é bem grande, mas não é nada comparado quando elas já estão funcionando a todo vapor, com velocidade e energia. O processo flui naturalmente depois que o movimento é iniciado e segue um ritmo próprio.

Ok. Mas o que isso tem a ver com marketing e com a minha empresa júnior?

Física + marketing: entenda como essa conexão ocorre

Em nosso cotidiano, temos vários exemplos: seja começando uma nova dieta ou precisando acordar mais cedo; a gente sabe que o esforço inicial para sair da inércia é algo comum e muitas vezes difícil. Mas, depois de um período de dedicação, conseguimos finalmente perder peso ou ajustamos nosso relógio biológico, por exemplo.

Sabemos que no marketing digital esse esforço inicial também faz parte de toda nova ação e na empresa júnior ele não é diferente. Se você começou hoje em uma rede social para sua EJ, o caminho é longo até alcançar o público certo, engajamento e reputação e precisa ter persistência até conquistar o sucesso nos números de curtidas, interações e, finalmente, clientes.

É exatamente para te ajudar nesse árduo processo de investimento e tentativas em diferentes canais de comunicação que foi criado o conceito do Flywheel Marketing!

Flywheel-Marketing

Flywheel Marketing: busque a excelência para resultados a longo prazo

Você com certeza já teve um momento durante seu planejamento de marketing em que não quis esperar para ter um alcance orgânico, seja para o seu blog ser rankeado no Google ou para sua rede social ter mais seguidores. Aí, logo pensou em fazer um anúncio ou impulsionamento, não é mesmo?

Talvez um ads pontual resolvesse o problema momentaneamente, mas não a médio e longo prazo. Como continuar crescendo organicamente, sem investir financeiramente em propaganda? Com paciência e estratégia em Flywheel Marketing!

O conceito de Flywheel Marketing pode ocorrer em todos os canais de comunicação e incentiva um investimento constante em técnicas que busquem engajamento e autoridade perante o seu público. Tudo isso através de boas práticas já conhecidas no marketing, como no desenvolvimento de um excelente SEO em seu blog, que veremos logo abaixo o porquê.

Um novo olhar através do Flywheel Marketing

Um exemplo de Flywheel Marketing está na aplicação de técnicas de SEO com consistência e aprimoramento a cada postagem, isso inclui para as práticas na sua empresa júnior. É através dele que mais pessoas realmente terão acesso ao seu blog em um crescimento natural de tráfego. Com isso, sua reputação na rede aumenta e, assim, você consegue subir de posições nas páginas de busca do Google com cada vez mais facilidade.

Lembra que o esforço inicial é sempre o mais difícil? Depois que você conquista o reconhecimento online, a sua “máquina” de ações de marketing trabalha com mais agilidade e os resultados começam a aparecer naturalmente. Isso é Flywheel Marketing!

Mesma coisa com as redes sociais: se, desde o início, você se torna relevante e consegue engajar as pessoas para curtirem, comentarem e compartilharem seus posts, isso faz com que a sua marca (sua empresa júnior) apareça para mais outros tantos usuários da rede. Aos poucos, você se torna uma autoridade e, dia após dia, fica mais fácil ter o tão sonhado alcance ao público certo.

Nos dois casos você conseguiu criar uma relação de confiança e reciprocidade.

No final das contas, a sua estratégia pela perspectiva do Flywheel Marketing busca conseguir ajudar o seu público a resolver algum problema, proposta semelhante ao conceito de Inbound Marketing. Só assim você terá compradores conscientes e fidelizados, mesmo que o esforço seja maior (e necessário) lá no início de todo o processo.Flywheel-Marketing-3Desafios de um processo de experimentação

Pode parecer que, só aplicando todas as técnicas de SEO, o seu blog terá uma reputação incrível na rede, como um passe de mágica!

Mas é por isso que, no Flywheel Marketing, estar aberto a experimentação e ao risco é uma de suas principais premissas. Isso porque, em muitos casos, você precisa encontrar meios de execução das estratégias que melhor irão atender o seu público. E isso só é possível através de testes e ações práticas!

Um exemplo de como a experimentação em Flywheel Marketing ajuda: por meio de tentativas e erros, você irá desenvolver o SEO no seu blog a fim de encontrar o grupo de palavras-chave ideal para o seu público. Mesma coisa com o conteúdo. Como saber o que agrada mais os meus leitores se você não produzir em diferentes formatos e linguagens e, aí sim, analisar as interações?

Afinal, tudo no marketing é estratégia e não seria diferente no conceito de Flywheel.

É preciso encontrar a melhor maneira de se planejar, alinhar e executar as técnicas ideais que atinjam, com eficiência, as suas buyer personas. No caso da produção para blogs, a experimentação e estratégia faz o SEO ser genuinamente efetivo, seu alcance se tornar cada vez maior, gerando um rankeamento muito mais interessante.

Esteja aberto para experimentar novos canais e abordagens para conseguir resultados consistentes a longo prazo, por mais que você tenha um time de vendas com prazos e metas tão apertados como os seus.

Converse com sua equipe sobre onde vocês querem chegar e não discutam apenas sobre estratégias e objetivos pontuais. O marketing está em constante mudança e para se conectar com o seu público, é preciso estar atento às novidades!

Nos vemos na próxima!

Thaiza Gribel

Assessora de Conteúdo

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *