P.E. do empresário junior

P.E. do empresário júnior: use a estratégia dos projetos empresariais no seu 2018

O ano já está no fim e o que não falta é empresário júnior já pensando em como serão as suas atividades em 2018, e sempre fica a dúvida se é possível conciliar tantas atividades com novos cargos no MEJ, por exemplo. Enquanto muitas EJs começam a gestão analisando o Planejamento Estratégico (P.E.), que tal criar o seu próprio P.E. para o próximo ano?

O blog da FEJEMG reúne dicas rápidas e essenciais baseada no gerenciamento de projetos e no Planejamento Estratégico empresarial para você que mal pode esperar para alcançar resultados ainda mais incríveis em 2018 com organização e equilíbrio.

Missão, visão e valores e análise SWOT

Vamos começar do começo?

Missão, visão, valores e uma bela SWOT têm presença confirmada em qualquer P.E. que se preze. E não é no seu planejamento que esses direcionamentos vão ficar de fora, não é mesmo? Brincadeiras à parte, você pode iniciar o ano com algumas reflexões baseadas no P.E. empresarial:

  1. O que eu quero alcançar até o fim de 2018?
  2. O que me motiva, qual a razão daquilo que eu estou me propondo a fazer?
  3. Como eu vou chegar lá? Por quais meios?
  4. O que eu ainda preciso desenvolver em mim e o que eu tenho de ponto forte para me ancorar nesse processo?
  5. O que eu não posso perder no meio do caminho?

Planejamento por datas

Você não precisa ser fera em gerenciamento de projetos nem fazer um Canvas para estruturar cada processo daquilo que você quer entregar no próximo ano.

Mas um planejamento é essencial para o sucesso dos seus projetos e um passo importantíssimo está na definição de um calendário realmente executável, adequado ao seu dia a dia.

Uma dica é ter um planner mensal, um aplicativo no celular, uma cartolina pregada na sua parede ou qualquer outra coisa que organize visualmente os seus compromissos a partir de datas e (melhor ainda) por horários.

Comece a pensar: “como vai ser o meu dia de amanhã?”, “e como ficam os horários da minha semana?”. Acredite, esse planejamento faz MUITA diferença porque você encontra espaços nos seus horários que você nem imaginava ter e, assim, consegue executar mais tarefas.

Afinal, todo mundo tem 24 horas no dia e a diferença é como usufruímos desse tempo, não é mesmo?

Ah, a dica vale também para você organizar o seu tempo livre em relação aos seus afazeres na empresa júnior, na faculdade ou no estágio, por exemplo. É só colocar no papel para ver a mudança acontecer!

Não precisa ser minucioso e detalhar o seu dia por completo. Comece reservando os horários para aquilo que você realmente precisa fazer (como as aulas e reuniões) e aproveite para anotar aquilo que você gostaria de fazer no tempinho que sobrar, como um curso ou a leitura de um livro, ou até mesmo encontrar aquele amigo que você não vê há anos.

Tá a fim de fazer um exercício físico em 2018? Confira no seu planejamento como estão os seus horários e escolha a atividade que mais se adequa às suas necessidades!

P.E. do empresário junior 2

Estruture o escopo dos seus projetos

Se você tem a meta de adquirir uma habilidade nova como, por exemplo, tocar um instrumento, é bacana você mapear o que precisa fazer para chegar até lá, como os gestores geralmente fazem com um projeto na sua fase inicial, no escopo.

Pense como esse processo vai ser em ordem de prioridades, assim uma decisão puxa a outra!  

Qual é o seu orçamento?

Como você vai aprender a tocar? Pela internet ou com um professor presencial?

E quais são os horários disponíveis para estudo?

Já tem o equipamento ou precisa comprar?

Tem um local para treinar?

E por aí vai…

Não crie planos de ação para corrigir tudo o que der errado

É bom você já ter ciência disso agora para não entrar em 2018 querendo participar de tudo quanto é projeto que você vai ver por aí: você não vai conseguir abraçar o mundo!

Depois de organizar suas tarefas, seja estratégico a fim de priorizar atividades e saiba que toda escolha carrega uma perda (e tudo bem!).

Se no meio do caminho nem tudo aquilo que você planejou está indo como o desejado, reveja as estratégias assim como os gestores fazem durante a execução dos projetos, e não pense nisso só no final. Não espere tudo desandar para mensurar o que deu errado e o que poderia ter sido feito diferente.

O acompanhamento em todas as fases é essencial para se alcançar o sucesso!

Por isso, reflita:

Por quê isso está dando errado? (Prazo, falta de conhecimento técnico, problema de saúde…)

O que posso fazer para consertar esse problema a tempo?

Vale a pena eu me esforçar para isso?

O que eu vou conquistar ao final de tudo?

Que você consiga realizar grandes feitos em 2018, empresário júnior! A FEJEMG te espera no ano que vem com novos desafios!

Thaiza Gribel

Assessora de Conteúdo

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *